segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Soneto nostálgico




No silêncio vazio dessa tarde
Envolto em velhas lembranças
Sonhei que ainda era criança,
Correndo e brincando à bonança.

Era talvez o mês de maio de 2012,
Envolvido em um abraço caloroso
Sentei-me acolhido pela sombra
De um velho pé de amargoso.

De repente, voltei ao ano de 1986
Me vi criança e pequeno rebento
A dormir sossegado o contentamento.

Hoje sou como um solitário albatroz
Que luta sozinho sua batalha
Em dias de tempestade feroz.


Lima de Vasconcelos

Nenhum comentário:

Postar um comentário