quinta-feira, 26 de abril de 2012

O túmulo

 
 
Se o amor que eu te dei
Um dia você o queira,
E se lembre desse poeta
Que sonhou e viveu
Na espera que um dia
O procurasse,
Talvez procure,
Mas a vida que não vive
O tanto de um grande amor
Um dia se acabará.
E depois com o tempo
Talvez me queira
E duvide de meu amor
E procure a verdade,
A tristeza e a solidão
De quem amou
E não foi correspondido
Responder-lhe-á
- Pergunte ao meu túmulo.


Lima de Vasconcelos

Nenhum comentário:

Postar um comentário